quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Sem título

Adiar é a melhor forma de colocar a cabeça no lugar.
Adiar reflexões, assuntos, constatações.
Não somos preparados para o mundo real. Não o mundo que pensamos que é real, mas o que de facto existe sem o nosso conhecimento.
Infelizmente, o mundo em que crianças de meses são vítimas de abusos de qualquer espécie, em que miúdos de 4 anos nos abraçam com lágrimas a correr, depois de 15 dias sem nos ver porque não tinham ninguém com quem falar (!) acerca da tareia que levaram da mãe porqu queriam brincar ou dos meninos que no primeiro contacto nos relatam, com um sorriso na cara, que se esconderam debaixo da cama enquanto o pai batia a mãe no chão e a polícia não chegava.
Quando iniciei a minha práctica nunca se me avizinhou tal ideia e qualquer semelhança com a (que pensava ser) a verdadeira realidade estava bem mais do que fora dos limites do meu pensamento.
Estou neste mundo vai para 2 anos e é aqui que quero estar. E é aqui que tenho de estar.
Porque não me interessa que chegue a casa todos os dias depois da hora de jantar. Porque não me interessa se ando cansada demais. Porque não rotulo com expressões bem ao estilo "tate-bitate". Porque compreendo que, quando sou "destacada" para problemas de "linguagem" (entre outros), está sempre algo mais por detrás.
E aceito.
Faço por estar lá. Para eles.
Porque se o nosso mundo são as crianças, alguém tem de tentar ser o mundo delas.
Nem que seja por uns minutos.
Porque, no final, esses minutos dão muitas horas, dias.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Hoje estou cheia de piadinha................... *

(clicar pra aumentar)
.
.
* agora imaginem-me a dar com a testa na mesa....

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Ó Pai que estais...

(pede-se às pessoas com facilidade de vómito pra não lerem este testemunho)
.
... aí em cima. Aceita os meus agradecimentos profundos pelo caminho que me deste.
Ilumina-me neste corredores de retorno à infância.
Tolda-me novamente a visão com a ingenuidade dos sorrisos.
Agradeço-te também que não me deixes ouvir palavras impuras e, já agora, põe-me automaticamente constipada em dias que consideres o meu sentido de cheiro dispensável.
Sobretudo, coloca-me lenços de papel no bolso e manda-me internar quando, ao final do dia, penso que o auge foi quando tive de limpar a cara a uma pétala de menina que estava a comer o ranho...
E ainda, se não te importares, manda alguém em meu socorro quando essa mesma menina me pede gentilmente para lhe limpar o ranho que graciosamente ficou repousado dentro de sua boca.

domingo, 27 de janeiro de 2008

E porque...

... a quantidade de comentários não condiz, de todo, com as 200 visitas diárias a que está sujeito este muy nobre blog, peço aos leitores que se apresentem e ainda ganham a oportunidade de fazer uma pergunta à escolha.
Assim tipo feira, tão a ver?

E Porque Amanhã é Segunda-Feira #9

É tempo de vestir o fato de trabalho...
Salma Hayek

Jake Gyllenhaal

... e largar as cowboyadas.

Boa Semana!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Começo a ficar...

.... seriamente aborrecida com a recepção diária de emails bem ao estilo "Forget about the trouble with your male machine" ou "Have you ever dream about enlarge the size of your penis?". Not really, mas se alguém tiver, mande email que eu dou o contacto da senhora.
É que a Dr. Dianna Plummer tem todas as solutions for your problem!!
Anyone?

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Crises temporais*

"Não me mato porque não tenho tempo".
.
.
.
* e/ou verdades absolutas

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Para aplaudir

Aquilo que mais aprecio num artista é a capacidade que estes têm de fazer parecer que cantar é a coisa mais fácil do mundo...

Pena não ter sido um 1º lugar, que era merecidíssimo. Senão, convido-vos a ouvir até ao final...



Ricardo - Operação Triunfo 3

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Heath Ledger encontrado morto


Heath Ledger, actor australiano de 28 anos, foi encontrado morto esta tarde no seu apartamento de Nova York.

A polícia suspeita de overdose. A causa oficial não é certa. Há quem fale em suicídio.

Seja como for, perde-se um grande actor...

Constatação #12

A minha vida é feita de planos*. Para os outros.


* ainda que terapêuticos

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

"Lágrimas em Odres de Barro"

Há palavras que custam a sair, gestos, sentimentos.
Ao longo da vida, guardamo-los em gavetas, em baús, de vários tamanhos, conforme a dimensão dos primeiros. Fechamo-los a 7 chaves, temo-los como segredos, como bocadinhos de vida que preferimos ignorar, na maior parte das vezes para protecção. Porque não queremos ser demasiado transparentes, porque as intenções dos outros nem sempre são claras - aos nossos olhos -, porque sermos magoados dói muito.
Achamos, então, que a metade basta porque, afinal, para o sol entrar não é preciso abrir a janela toda. Que engano...

Quantas vezes me senti tão perto e afinal tão longe daquilo que verdadeiramente queria significar? Estou cansada de me esquivar. Cansada daquilo que sinto, do que está cá dentro. Pensando que quem estiver perto percebe, sem que eu tenha de despir a máscara. A mesma que me mantém dura e fria perante as desavenças da vida, a que me dá serenidade quando ela é preciso ou racionalidade quando era suposto explodir. A que me permite descomprimir aos poucos, para que o dano não seja maior.

Não falar, não significa que não sinta, não significa que esteja bem ou mal, não significa que seja forte. Significa apenas que aquilo que me faz sentir frágil está remotamente adormecido, como prevenção de algo que ainda não percebi.

Estes pequenos bocados transformam-se em fragmentos, irremediáveis, do coração. Porque quem não fala, não consegue ouvir. Quem não abre a janela não consegue ver bem.

E é por isso que o último quadro que hoje pendurei em casa revela uma face serena com muitas lágrimas no pensamento. Porque foi desenhado para mim.

domingo, 20 de janeiro de 2008

E Porque Amanhã é Segunda-Feira #8

Opção 1:

- "Vou ali até Miami cometer um crime ou dois, só pra ser investigada por este CSI".

Opção 2:

- "Vou ali até Miami ser vítima de um tiroteio e podem até exumar-me o corpo se for preciso, desde que a análise seja realizada por este CSI". (pick your favorite)

Ei-lo:

Adam Rodriguez

Aos meninos, aconselho-os vivamente a irem até Seattle e fingirem um acidente vascular cerebral. Pode ser que tenham sorte...

Katherine Heigl

Pra quem não sabe,

a Sahara diz que eu sou:
"Inteligente e perspicaz. Imaginação fértil e divertida o suficiente para carregar as baterias a todo um armazém da Nokia. Admiro o seu altruísmo e preocupação por causas que a mim também me são gratas como os animais, o planeta e as crianças. Tem um excelente gosto no que toca a espécimes masculinos! Amén Mary :P"
Baba... Muita baba...

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Bom Fim de Semana

a todos!

Srs.da Fox,

faziam o favor reflectir relativamente ao facto de a cada intervalo ter de levar com isto?



É que, mesmo que gostasse da música, por esta altura já não posso deixar de vomitar. Ou de fazer zapping.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Artista Convidado #5

Ele alcunha-se O Alminhas. Ela chama-se Lei do Tabaco. Ou mais ou menos. O tema é controverso e as opiniões subjectivas. Mas o que interessa aqui são os pormenores. Ora leiam lá e faxavôr de se manifestarem.


A Lei do Tabaco afinal é prejudicial aos não fumadores


À partida é um contra-senso, mas analisando bem as coisas e conhecendo este governo é mais do que natural. Quem lê deve estar a pensar, “este é mais um dos fumadores insatisfeitos que resolve contestar a lei do tabaco”. Por acaso isto não é uma forma de protesto contra a lei, mas sim uma forma de protesto contra a incompetência deste governo e da sua capacidade de dar tiros no pé.
O que acontece é que com esta lei do tabaco, todos os estabelecimentos têm que ter aqueles autocolantezitos irritantemente inestéticos nos vidros das portas. Nada de especial, dirão vocês, mas o que dá vontade de rir, é que desde dia 1 de Janeiro os não fumadores estão proibidos de entrar na maioria dos estabelecimentos públicos.

Existem dois títulos que podem ser colocados nas vidraças dos cafés, “FUMADORES” e “NÃO FUMADORES”. Como sabemos o vermelho é quase universal em questões de proibição. O que se depreende é que os fumadores podem entrar e fumar nos lugares em que o autocolante está colado, agora os não fumadores nem sequer podem entrar na área dos não fumadores, porque essa área está-lhes interdita!!!

Estarei a ser demasiado rebuscado? É apenas uma questão de semântica? Talvez, mas afinal de contas não é também o Direito uma questão de semântica? A verdade é que não houve ninguém no governo a pensar que a frase correcta seria “NÃO SE PODE FUMAR” ou “ÁREA DE NÃO FUMADORES”. Não, tinham que meter água e proibir todos os não fumadores de entrarem nos locais em que só eles se podem sentir bem!

Qualquer pessoa com um dedo de testa e com um bom advogado (essencial), pode contornar a lei e ainda se rir dos outros.

Fosse na América e já um chico-esperto tinha causado uma revolução e ganho uma quantia avultada de dinheiro, por se achar prejudicado pela proibição de fumar em lugares que não se podem fumar mas que de alguma forma só é permitida a entrada a fumadores.

A malta agora tem quem mentir, “É fumador?”, “Sim, sou”, “Ah. Pode entrar, mas veja lá, não fume”.

Há com cada um...e eu sou um deles!

Não seria antes assim?







O Alminhas

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Trabalho, a quantas idas à Veterinária obrigas?

O melhor do meu trabalho é que nunca sabemos onde vamos acabar o dia. Mais ou menos.
Então, o último menino que tive ontem, além de ter um gémeo, tem um gato. E esse gato, além de ser... gato, tinha uma pata "atropelada".
Então, onde é que a caridosa da Maria vai fazer o menino exercer as suas competências linguísticas e sociais? Na Veterinária, que além de ser uma porreira, também tem gémeos (o que no final ajuda bastante no preço...).
O gatito, esse, corre o risco de amputação e que posso eu fazer com 3 olhares à gato das botas (e não estou a fazer conta com o gato, mas sim com a Vet), pedindo o meu auxílio e compaixão??
Ora, por motivos de espaço, o gato vai para o SPA que é a minha casa. Até à semana que vem...
A solidária Maria desinfecta pata sem 3 dedos, faz ligadura, dá antibiótico, dá comida e bebida em recipientes adaptados ao funil.. enfim, se o Ministério viesse a minha casa, ela iria ter um título bem ao género de "Centro domiciliário de convalescença com adaptações para toda e qualquer deficiência com certificado de qualidade", cuja população seria.. whatever...
A minha avó diz que é doença. O meu mais-que-tudo diz que é o Síndrome Robin dos Bosques (que ele também era pobre, claro).
Eu.. só sei que me meto em cada uma...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Ganhar 14 anos

Um estudo norte-americano conclui que é possível ganhar 14 anos de vida apenas por fazer uma alimentação rica em sopa, frutos, água e andar a pé.
Digamos que os pobres estão no bom caminho...

domingo, 13 de janeiro de 2008

E Porque Amanhã é Segunda-Feira #7

E o que é nacional também é bom...
Henrique Feller

Soraia Chaves

...Tenham uma Óptima Semana!

sábado, 12 de janeiro de 2008

Mais pensamentos inteligentes...

1 - dava um tiro a quem inventou a expressão "fada do lar".. nem saberia as implicações que isso ia ter futuramente.. ou então era um homem.. podia ser "fado do lar", mas não é pq fado é fado. Que tal "duende do lar"? Ou "os homens também têm de ser aprumadinhos relativamente às limpezas do lar"? Soa bem?

2 - o meu escritório poderia, de momento, ser alvo da peregrinação de gente com água benta na mão e ser baptizado,... batizado, perdão... oficialmente de Inferno.

3 - um mega aspirador, daqueles que se ligasse o botão e todas as impurezas viessem ter com ele, sem o termos de tirar do lugar. Tipo íman. Isso é que era...

4 - um estendável eléctrico, traduzo, em que se pusesse lá a roupa e ela secasse no tempo máximo de 15 minutos.

Alguém falou em poupar??

É que se sim, é melhor estar caladinho...

Está Aprovado!



Pois bem, parece que os queridíssimos Medusass, Fj e Maria João resolveram aprovar o BloG da MaRia, com um critério de 100%! A gerência, feliz, agradece, e deixa as 5 nomeações, segundo os critérios - sérios - deste prémio:

A Maçã de Eva, Controversa Maresia, Rititi, Life is a Masterpiece e A (menina) Lasciva.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

O melhor de hoje

Ter ouvido uma criança, que não dizia há 3 anos e meio, dizer-me uma palavra. Nesse momento, esqueci a diferença e fui eu quem se sentiu "especial".
Hoje, estou muito feliz.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Anúncio Publicitário #10

E como isto andava fraco de anúncios, cá vos deixo um que tem.. digamos.. uma rasteira.
Dou uma pista.
Primeira situação:

Segunda situação:

O que é que não faz sentido aqui???

Romeu

Agradeço, desde já, a todos pelo interesse e pela ajuda que têm dado na publicidade para adopção do Romeu. Infelizmente, ainda não consegui um dono para ele.
Também ainda não existem fotos pois, como disse, moro longe do sítio onde ele está e ainda não me foi possível.
Acontece que, há alguns dias que o Romeu não aparece no monte. Por vezes, vai passear com outros cães das vizinhanças, mas nunca por tanto tempo..
Espero que no fim de semana, quando lá for, ele esteja lá. E aí, sim haverá fotos.
Obrigada a todos.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Go(o)d and (d)Evil

Sempre ouvi que trabalhar com homens é mais fácil. E depois que comecei a trabalhar numa equipa de 7 mulheres, corroboro totalmente a afirmação.
Não obstante o facto das mulheres serem, geralmente, mais organizadas, por vezes mais criativas e mais ligadas aos pormenores. Ao menos, os homens não se chateiam tanto, não dão importância ao que, de facto, não tem e levam a vida mais na desportiva.
Com certeza, é facto que, numa tenda com muita mulher, há dias em que as coisas começam a descambar. É quando se formam os "grupinhos", consentidos pelas pessoas neles integrantes, por motivos de... necessidade. Geralmente, cada grupo tem um líder. E geralmente, esses líderes - ou os seus vice's - tendem a chocar.
Antes chegava a casa cansada e as teorias eram: "é o trabalho.. é muito cansativo", "viaja muito", "é um trabalho com situações muito pesadas", "a carga emocional é grande". Pois sim, tudo certo.
Mas não é por isso que, ultimamente, chego de rastos a casa.
Até que há um dia que se faz luz: grande parte do cansaço advém do facto do dito emprego se ter transformado num campo de batalha. É uma luta constante - e por vezes inglória -, com muitos movimentos à la matrix, para que não sejamos incluídas no diz-que-disse, no não-foste-tu-fui-ela, no ai-sabias-uma-coisa-que-te-vou-contar?
Nestas alturas tento esfumaçar-me pelos ares. Mas descobri que, na maior parte das vezes, fala-se é de quem não está presente. É mais fácil. Dá mais gozo, pois a imaginação pode fluir e, assim bem ao modo de McGiver, com um cabelo e uma cabeça de fósforo, pode teorizar-se muita coisa.
Descobri também que há pessoas que tem a capacidade hedionda de estar bem tanto com Deus como com o Diabo. Quem lhe diz verdades passa automaticamente a calcanhar de Aquiles, inimigo a abater. E só quando se convencem que o inimigo tem uma trincheira e munições muito boas é que, possivelmente, começam a cessar fogo. Não a desistir, atenção! Mas, do mal ao menos.
Isto tudo pra dizer que, hoje, estou extremamente cansada. Mas de bem comigo. E isso, é o mais importante, porque é nas alturas em que somos mais frontais, que crescemos um bocadinho mais.
Posto isto, vou à piscina para recuperar energias!

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Ah e tal e os valores de antigamente...

(clicar na imagem)

... que não havia estas vergonhas que há agora. Acrescento: sem ser às escondidas.
... que não havia mães solteiras. Acrescento: casavam-se no imediato.
... que elas hoje não se informam. Acrescento: nem eles, como sempre e sempre amén.

(reflexão após mais uma incursão ao Centro de Saúde, pra deixar uma mísera carta, em que tive de esperar 45 minutos só para a entregar ao funcionário, uma vez que o mesmo não se encontrava no seu posto de trabalho, como deveria. Eu também picava o ponto assim...)

Há dias...

... em que não apetece nada.

Sobretudo naqueles dias em que temos a certeza que no fim do dia não nos vai apetecer nada.
Que são também aqueles dias em que só conseguimos ter reflexões idiotas.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Esta tarde...

Maria: T e A?
M.: LU! Lupa!
Maria: Nãoooo. Ouve bem: T e Aaaaaaa. T e Aaaaaaa.
M.: MA... Mã... Mãe!
Maria: Não! Ó M. o que se passa ctg?T e A, Mãe???? Mau... hoje tás de todo! Cabeça no ar! Há namorado na costa?
M. (confusa): Na costa? Nunca lá fui...!
Maria: O que eu quero dizer é se tens namorado!!
M. (aquelas exclamações de quem afinal não percebeu nada): Aaaaaaahhh! Sim!
Maria: Muito bem! E como se chama?
M.: Não sei. Mas é assim alto. E não é de cá.
Maria: ..............

domingo, 6 de janeiro de 2008

Na sala...

... o delírio, a paixão, o bigode a roçar-me a pele suave, depois de um banho e creme Vichy, ao sabor da música, ele nos meus braços, desesperado, querendo libertar-se das minhas garras, e eu sem ceder, vá mais um passinho de dança aqui, vá mais uma colocação vocal acolá, ora rodopia assim, agora a solo, agora vai, agora vem...
Quando dou com a vizinha, que já tinha ido chamar o marido, a espreitar...
Arruinou o nosso momento...
Mas havemos de ter mais, que o teu destino está condenado enquanto eu te alimentar, te der banho (sim), te escovar, ter puser pó de talco, te cortar as unhas, Simão...
Ainda que mies desesperadamente pra te libertares do meu abraço musical...
Estores fechados...

Será assim tão esquisito dançar com o nosso próprio gato????

sábado, 5 de janeiro de 2008

E Porque Amanhã é Segunda-Feira #6

Wentworth Miller

Catherine Zeta-Jones

Desejo-vos uma óptima semana..

PEDIDO DE AJUDA - URGÊNCIA MÁXIMA

Agradecia encarecidamente que, se algum dos leitores que por aqui passa, tiver interessado ou souber de alguém que possa ficar com um dos meus cães, por favor contacte-me imediatamente.
Chama-se Romeu, fui buscá-lo há 4 anos a uma campanha de adopção para fazer companhia ao meu avô, que viveu sempre num monte.
O Romeu está, por isso, habituado a algum espaço. É de tamanho médio, meigo.
Neste momento, o meu avô não o pode ter mais porque, além dos seus 90 anos, vendeu o monte e, se não houver ninguém para ficar com ele, tem de ser abatido.
Agradeço que algum de vós, se pudesse, se chegasse a frente o mais depressa possível, por favor...

* fotos em breve

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Eu, quando não tenho nada a dizer...

... faço isto. E pronto.

E a notícia dizia assim...

"A partir de 2012, já será possível ao telespectador português usufruir não de 4, mas de 5 canais! A proposta foi aprovada e depois da sic e da tvi, eis que surgirá um novo canal."

Ora vameláver umas coisas:
1 - o português verdadeiramente telespectador não tem apenas 4 canais em casa. Existem.. "coisas"...que se chamam TVCabo, CaboVisão, etc.. (agr não me lembrava de mais nenhuma, há?? lol)
2 - uma notícia cuja ordem é rtp->sic->tvi->OUTROCANAL, não segue uma ordem necessariamente... digamos... entusiasta!
3 - em Portugal, 2012 pode não significar necessariamente 2012...
4 - alguém aguenta com mais novelas?????
5 - haverá programas como os da Fatinha? É que se não há, não vou ver o OUTROCANAL.
6 - a Luciana Abreu vai passar pra lá? É que se não há mais temporadas de Floribelas e Chiquititas, como sobrevivo?
7 - amo o suor do Fernando Mendes depois de 24 minutinhos de O Preço Certo. Arranjam alguém como ele, arranjam????
8 - haverá telejornais com a pertinência e profissonalismo do Jornal Nacional? É que se não há...
Por estas razões todas e mais algumas que não me apetece escrever agora, aviso já que não serei telespectadora do Outrocanal porque eu sou uma pessoa autisticamente de rotinas. E quem me tira a Júlia Pinheiro, tira-me tudo.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

As melhores da madrugada 2008






E para não dizerem que não há nenhuma foto sem ser "Paintada"...
Se quiserem comentar, estão à vontadinha...

E viva 2008!

Ah e tal, Ano Novo...

Após uma magnífica festança e lista de objectivos e desejos e coisas que tal e este-ano-e-que-é, aqui fica um relato dos 2 primeiros dias do ano:

DIA 1
- madrugada: ai que festa tão linda, ai que me diverti, ai que bom que vai ser este ano, ai ai ai
- 14.00: ai que agora tenho de fazer a viagem... é a primeira do ano.. que emoção! Acho que vou vomitar de emoção.. não deve ser da emoção.. ao menos tenho 3 horas de caminho pra pensar nas mudanças da minha vida! Ai que bom.
- 17.30: Nunca mais chego... não faz mal.. ESTE ANO VOU POUPAR BUÉÉÉÉÉÉ!
- 18.00: quando é que chego????????
- 19.00: mãe, já estamos em 2008, não mudaste nem um bocadinho??? Importas-te de.. pera.. não, não quero isso aí, deix.. não.. eu... depois eu decoro a MINHA casa.. sim, eu sei que gostas de me "ajudar", mas ... ok.... eu ponho o jarro aqui... e depois já tiro... nada nada! Gosto muito de jarros sim (vou vomitar..) não, mãe, não é do jarro...
- 23.00: Epaaaah, mas que caros os hotéis em Londres.. chiça...

DIA 2
- 1:00: Arre!! Caros...
- 2.30: Que merda... Caros???? Roubo, é o que isto é!!!!!
- 9.00: "Onde estou"??? A dormir!!!! TRABALHAR????? Mas vocês disseram que era folga!!!! Ok.. já para aí vou...
- 9.30: Antes que abram a boca, me perguntem porque não estou a fazer nada e me digam que vos deu uma vontade súbita de vir trabalhar quando já tínhamos combinado que não, lembrem-se que eu fingi que vocês estavam na casa de banho durante 3 dias... (ver este e este abaixo)
- 10.30: O quê???? Tenho de pagar 52 euros a mais para mudar o horário da partida de avião??? Mas eu só fiz a reserva há 3 segundos atrás, que transtorno causou isso???? Ok, eu pago...
- 13.00: 80 euros por noite???? E isso é o mais barato??????? Apre.... Poupar......... iludida...
- 17.00: (a morrer) podemos acabar a reunião e ir para casa...??
- 18.00: Pois, sim, mãe do J. ... não se esqueceu... pois, quando me deve 490 euros, é bom que não se esqueça, tá bem? Não se esqueça também de pagar...
- 21.00: "Este ano é que é...." ..... parvalhôncia....