segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Arrumar a "casa"

De manhã, acorda-se e decide-se: "É hoje!".
Para tomar coragem, deixa-se tudo como está, logo se vê e sai-se de casa. Se é pra saber se continuarei com a mesma vontade de mudança quando chegar ou se é para continuar tudo na mesma, pois então vamos lá.
Chego onde devo, não penso muito naquilo que foi planeado ou o que é suposto. A hora dirá se haverá mudança de planos ou não.
Deixo ir. Para quê imaginar, projectar, esperar por? A mudança ocorre quando menos se espera, quando nas prateleiras já não cabe mais nada e é preciso, de facto, organizar tudo de novo.
Regresso a casa ainda sem saber bem por onde começar.
Espero só mais um pouco, respiro fundo. Procuro o que acho ser necessário.
Seleccionemos o que nos é útil, o que nos traz boas recordações, arquivemos o que fica em espera até nova decisão, joguemos fora o que é desnecessário. No final, sorrimos, estamos preparados. Depois, é tentar que os novos papéis encaixem onde deviam, para que não seja necessária outra arrumação tão depressa.
Arrumar a casa. Arrumar a mente.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Trust Issues

Uma condição que gostaria de ver aliada às minhas actuais capacidades seria a de Omnipresença.
É muito complicado receber inputs de todo o lado, sem saber quem fala verdade, em quem acreditar, quais são os boatos que são verdadeiros e não rumores, logo, constituindo-se como versões de confiança - ou simplesmente versões?
É díficil verificar que, às tantas, já ninguém fala verdade, já são tudo especulações e pontos de vista e é complicado escolher uns em detrimento de outros, de forma a não haver ressentimentos, papéis de idiota ou um-sempre-bom-de-ouvir(-not)"eu bem que te avisei".
É igualmente complexo acreditar-se a 100% em alguém acerca do qual todas as conversas giram, ainda que seja normal, pela posição momentânea de destaque, ainda que se possa pensar "isto também já me aconteceu". E (não) perguntar-lhe é demonstrar (des)confiança?
Pois...

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Pensamento do dia

As relações são complicadas porque envolvem duas pessoas no meio de tantas outras.

domingo, 5 de outubro de 2008

Hoje faço 23 anos!

The Killers - All These Things That I've Done