sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Superstição ou não - Término de umas Férias-onde-é-que-elas-já-vão

Decidi não escrever nada por aqui enquanto estivesse a viver uma fase extremamente agradável da minha vida. São aquelas teorias do "se falar, tenho medo que acabe". Chaladices!
Depois das férias relaxantes de Natal (onde é que já lá vão), em que chegava (a tarde e a más horas, com lama até aos lóbulos das orelhas) a casa e olhava prós livros e dizia, em voz alta (sim, a minha demência agrava-se), "aaaah meus cabrões! hão-de ficar aí até ganhar póóóó" (e o
"ó" continuava até se acabar a capacidade pulmonar ou tomava-se de contornos esquizofrénicos), dos mimos diários do namorado, da organização da passagem de ano (as contas, as facturas, "ai eu quero álcool, Maria!!", "ai eu quero gajas giras, Maria!!", "ai que morremos à fome, Maria!!" -> para o ano vou para o Estrangeiro! Ai se vou!! Ou também posso ficar por cá por Portugal... Ou também posso ficar na minha terrinha, não posso é organizar mais nada, acabou-se!), das aulas intensivas de equitação, da inscrição (em mais um) curso, a achar (sempre) que tenho todo o tempo do mundo, eis que, inevitavelmente, a boa vida A-CA-BOU. E não foi por não ter escrito no blog...
Férias, tão depressa, nem vê-las! E com a (p*t*) da crise como está, só espero que não decidam dar-me férias permanentes. Por isso (ai ui), já não me queixo de nada!
O namorado regressou à clausura, com os exames todos à perna (ou às três perninhas, 'tadinho)enquanto eu passeio pelos Fóruns e picadeiros e tento olvidar expressões como "trabalhar", "apoios terapêuticos", "horários", "trabalhos de grupo", "estudar".
Não se vá dar o caso de ainda muita coisa dar pró torto, ainda lá há pacotes de batatas fritas de sobra e 2 garrafas de vodka da passagem de ano. Aproveita-se tudo, não vá o Diabo tecê-las!

domingo, 25 de janeiro de 2009

Um pouco atrasado...

Be Right Back!!